quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

DOR

Solitária solidão....
A dor tem se tornado minha melhor amiga...
As lágrimas brincalhonas... MALDITAS,
Teimam em cair pela face pálida
O coração apertado no peito...
Os pés gelados, procurando o chão...
MALDITA dor que me acompanha sem cessar...
ME DEIXE !!!! ME ABANDONE!!!
Tento dormir... rolando pelas cobertas rotas
Rotas como roto está meu coração
Despedaçado, desmoronado....
Meu castelo de areia caindo sobre mim
Os pedaços encrustados em minha pele...
O sangue escorre... machucada....
Não sei o que fazer, como agir, o que pensar, como imaginar
Não vejo saída.... Tento sorrir
Sorrateira, VAGABUNDA, lá está ela...
Sorrindo, RINDO DE MIM!!!
DOR que arranca meus cabelos....
Venha, amiga... está tudo bem....
Sente-se aqui...
Deixo-a ficar........

2 comentários:

Solange disse...

na maioria das vezes a dor é nossa companheira..
o que temos a fazer é deixá-la entrar com uma condição, com hora marcada pra ela ir embora..

bjs.mãe

Sue disse...

O, Dri!
Passando pra conhecer teus endereços e desejar um Ano Novo repleto de alegrias!
Beijinhos!